Combate ao coronavírus em Pernambuco, 31/07/2020

BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO DE PERNAMBUCO

Já são 69.073 pernambucanos curados da covid-19. O Estado confirmou, em boletim epidemiológico, mais 1.837 casos do novo coronavírus até às 10h desta sexta-feira, 31/07. Ao todo já são 93.373 confirmações, sendo 23.393 graves e 69.980 leves. Desta vez, 42 pernambucanos tiveram suas vidas ceifadas pela doença, somando 6.526 mortes pelo novo coronavírus.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 18.894 casos foram confirmados e 25.725 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada.

PLANO DE CONVIVÊNCIA – O Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco autorizou as cidades do Agreste que integram a Macrorregião de Saúde II a reabrirem os serviços de alimentação, com 50% da capacidade e horário reduzido – de 6h às 20h – a partir da próxima segunda-feira (03.08). Na mesma data foi autorizada a reabertura das academias de ginástica, seguindo novos protocolos de segurança. A decisão representa o avanço das gerências regionais dos municípios de Caruaru e Garanhuns para a Etapa 6 do Plano de Convivência com a Covid-19.

Já a Macrorregião III – que tem como cidades-polo Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada – foi autorizado o avanço para a Etapa 5. Nessa área, serão liberadas também as atividades comerciais de venda e aluguel de automóveis, com 100% da carga, e os serviços de escritório, com 50%. A Macrorregião IV, composta pelos municípios próximos a Salgueiro, Petrolina e Araripina, permanecerão na Etapa 4.

Os municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR) e das Matas Norte e Sul continuam na Etapa 6 do Plano de Convivência. Na Macrorregião de Saúde I, desde a última segundafeira (27.07), os shoppings centers, antes autorizados a abrir das 12h às 20h, puderam ampliar o horário de funcionamento, passando a funcionar das 10h às 20h.

O Gabinete de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco avalia continuamente os indicadores de saúde. Número de casos registrados, óbitos e pressão sobre a rede hospitalar são fatores fundamentais para o planejamento de combate à pandemia. A implantação de medidas restritivas específicas e a possibilidade de recuo das regiões na retomada das atividades econômicas são permitidas por meio dessa análise semanal.

Durante a coletiva de imprensa online realizada nesta quinta-feira, no Palácio do Campo das Princesas e transmitida pelo canal oficial do Governo de Pernambuco no youtube, o secretário de Saúde, André Longo, ressaltou o papel do Sistema Único de Saúde no enfrentamento ao novo coronavírus, lembrando que ainda é necessária a mobilização e o cuidado por parte de toda a população pernambucana.

O gestor também lembrou que, apesar da queda de casos, a sociedade precisa manter os devidos cuidados para evitar novos adoecimento . “Ainda temos um longo caminho pela frente e precisamos do esforço e da união de todos para este momento de convivência. Os indicadores são positivos e nos dão a condição de dar passos cautelosos, mas passos à frente no Plano de Convivência. Mas ressalto que o vírus continua entre nós, ele ainda contamina as pessoas. Precisamos continuar seguindo os protocolos das atividades que estão sendo retomadas e as orientações de distanciamento social, higiene, principalmente das mãos, e uso correto das máscaras, sempre cobrindo a boca e o nariz. Só assim, com o cuidado e a consciência de todos, nós poderemos retomar todas as atividades ao longo dessa caminhada”, finalizou.

Agora já são 182 municípios pernambucanos com casos graves confirmados de coronavírus. Como se distribuem os casos de SRAG no estado de Pernambuco?

I Região de Saúde: 17117

Abreu e Lima: 288 casos;

Araçoiaba: 29 casos;

Cabo de Sto Agostinho: 579 casos;

Camaragibe: 624 casos;

Chã de Alegria: 51 casos;

Chã Grande: 25 casos;

*Ilha de Fernando de Noronha: 31 casos; (não é município)

Glória do Goitá: 50 casos;

Igarassu: 286 casos;

Ilha de Itamaracá: 49 casos;

Ipojuca: 211 casos;

Itapissuma: 71 casos;

Jaboatão dos Guararapes: 2372 casos;

Moreno: 114 casos;

Olinda: 1681 casos;

Paulista: 1312 casos;

Pombos: 71 casos;

Recife: 8558 casos;

São Lourenço da Mata: 331 casos;

Vitória de Santo Antão: 384 casos;

II Região de Saúde: 867 casos

Bom Jardim: 42 casos;

Buenos Aires: 17 casos;

Carpina: 130 casos;

Casinhas: 14 casos;

Cumaru: 11 casos;

Feira Nova: 66 casos;

João Alfredo: 49 casos;

Lagoa do Carro: 37 casos;

Lagoa do Itaenga: 22 casos;

Limoeiro: 124 casos;

Machados: 10 casos;

Nazaré da Mata: 52 casos;

Orobó: 9 casos;

Passira: 41 casos;

Paudalho: 122 casos;

Salgadinho: 2 casos;

Surubim: 63 casos;

Tracunhaém: 24 casos;

Vertente do Lério: 5 casos;

Vicência: 27 casos;

III Região de Saúde: 1187 casos

Água Preta: 193 casos;

Amaraji: 47 casos;

Barreiros: 67 casos;

Belém de Maria: 5 casos;

Catende: 101 casos;

Cortês: 14 casos;

Escada: 134 casos;

Gameleira: 34 casos;

Jaqueira: 13 casos;

Joaquim Nabuco: 32 casos;

Lagoa dos Gatos: 10 casos;

Maraial: 10 casos;

Palmares: 175 casos;

Primavera: 26 casos;

Quipapá: 16 casos;

Ribeirão: 84 casos;

Rio Formoso: 43 casos;

São Benedito do Sul: 7 casos;

São José da Coroa Grande: 32 casos;

Sirinhaém: 54 casos;

Tamandaré: 65 casos;

Xexéu: 25 casos;

IV Região de Saúde: 2091 casos

Agrestina: 66 casos;

Alagoinha: 17 casos;

Altinho: 14 casos;

Barra de Guabiraba: 33 casos;

Belo Jardim: 86 casos;

Bezerros: 111 casos;

Bonito: 46 casos;

Brejo da Madre de Deus: 44 casos;

Cachoeirinha: 99 casos;

Camocim de São Félix: 27 casos;

Caruaru: 768 casos;

Cupira: 46 casos;

Frei Miguelinho: 17 casos;

Gravatá: 141 casos;

Ibirajuba: 4 casos;

Jataúba: 15 casos;

Jurema: 22 casos;

Panelas: 36 casos;

Pesqueira: 54 casos;

Poção: 8 casos;

Riacho das Almas: 15 casos;

Sairé: 3 casos;

Sanharó: 23 casos;

Santa Cruz do Capibaribe: 108 casos;

Santa Maria do Cambucá: 10 casos;

São Bento do Una: 72 casos;

São Caetano: 54 casos;

São Joaquim do Monte: 35 casos;

Tacaimbó: 6 casos;

Taquaritinga do Norte: 21 casos;

Toritama: 78 casos;

Vertentes: 12 casos;

V Região de Saúde: 367 casos

Águas Belas: 42 casos;

Angelim: 3 casos;

Bom Conselho: 46 casos;

Brejão: 2 casos;

Caetés: 14 casos;

Calçado: 1 caso;

Canhotinho: 26 casos;

Capoeiras: 9 casos;

Correntes: 8 casos;

Garanhuns: 109 casos;

Iati: 4 casos;

Itaíba: 6 casos;

Jucati: 6 casos;

Jupi: 16 casos;

Lagoa do Ouro: 6 casos;

Lajedo: 41 casos;

Palmeirina: 1 caso;

Paranatama: 9 casos;

Saloá: 10 casos;

São João: 5 casos;

Terezinha: 3 casos;

VI Região de Saúde: 216 casos

Arcoverde: 84 casos;

Buíque: 19 casos;

Custódia: 20 casos;

Ibimirim: 14 casos;

Inajá: 3 casos;

Jatobá: 1 caso;

Manari: 1 caso;

Pedra: 14 casos;

Petrolândia: 9 casos;

Sertânia: 19 casos;

Tacaratu: 13 casos;

Tupanatinga: 9 casos;

Venturosa: 10 casos;

VII Região de Saúde: 109 casos

Belém de São Francisco: 3 casos;

Cedro: 9 casos;

Mirandiba: 4 casos;

Salgueiro: 77 casos;

Serrita: 13 casos;

Terra Nova: 2 casos;

Verdejante: 1 caso;

VIII Região de Saúde: 248 casos

Afrânio: 5 casos;

Cabrobó: 9 casos;

Dormentes: 2 casos;

Lagoa Grande: 11 casos;

Orocó: 5 casos;

Petrolina: 212 casos;

Santa Maria da Boa vista: 4 casos;

IX Região de Saúde: 209 casos;

Araripina: 71 casos;

Bodocó: 14 casos;

Exu: 6 casos;

Granito: 0 casos;

Ipubi: 43 casos;

Ouricuri: 24 casos;

Parnamirim: 9 casos;

Santa Cruz: 4 casos;

Santa Filomena: 0 casos;

Moreilândia: 6 casos;

Trindade: 32 casos;

X Região de Saúde: 91 casos

Afogados da Ingazeira: 13 casos;

Brejinho: 2 casos;

Carnaíba: 9 casos;

Iguaraci: 7 casos;

Ingazeira: 1 caso;

Itapetim: 7 casos;

Quixaba: 8 casos;

Santa Terezinha: 4 casos;

São José do Egito: 14 casos;

Solidão: 1 casos;

Tabira: 18 casos;

Tuparetama: 7 casos;

XI Região de Saúde: 154 casos

Betânia: 8 casos;

Calumbi: 2 casos;

Carnaubeira da Penha: 1 caso;

Flores: 17 casos;

Floresta: 9 casos;

Itacuruba: 1 caso;

Santa Cruz da Baixa Verde: 7 casos;

São José do Belmonte: 12 casos;

Serra Talhada: 85 casos;

Triunfo: 12 casos;

XII Região de Saúde: 551 casos

Aliança: 57 casos;

Camutanga: 17 casos;

Condado: 48 casos;

Ferrreiros: 13 casos

Goiana: 193 casos;

Itambé: 76 casos;

Itaquitinga: 20 casos;

Macaparana: 24 casos;

São Vicente Ferrer: 26 casos;

Timbaúba: 77 casos;

Outro Estado: 181 casos;

Outro país: 3 casos;

Ignorado: 2 casos;

TOTAL: 23393 CASOS

*Todos os dados que se encontram neste quadro foram retirados do boletim diário da Secretária Estadual de Saúde, referentes ao dia 30/07.

__________

BRASIL – Levantamento é feito por jornalistas de G1, O Globo, Extra, Estadão, Folha e UOL junto às secretarias estaduais de Saúde e mostra 2.614.662 infectados. Cerca de 91.416 brasileiros foram vítimas da Covid-19, até às 08h desta sexta-feira, 31/07.

Fonte G1: https://glo.bo/39JMgTv

Veja algumas manchetes sobre a Covid-19 no Brasil:

  • Senado aprova medida que autoriza saque do FGTS durante a pandemia;
  • Com “mofo no pulmão”, Bolsonaro volta aos ‘comícios’ em plena pandemia;
  • Brasil tem 1.129 óbitos e mais de 57.000 novos casos de coronavírus;
  • Instituto Butantan, em São Paulo, realiza drive-thru de teste PCR para diagnóstico de coronavírus;
  • Em discurso no Nordeste, Bolsonaro faz acenos ao Congresso e ao povo da região;
  • Michelle Bolsonaro testa positivo para covid-19;
  • Instituto Emílio Ribas, em São Paulo, inicia testes da vacina contra coronavírus.

Fonte jornal El País: https://bit.ly/30gREdI
___________

MUNDO – De acordo com um site de acompanhamento da Covid-19, desenvolvido pela universidade americana Johns Hopkins, no mundo, são 17.325.093 pessoas infectadas pelo novo coronavírus, cerca de 673.868 mortes e 10.167.559 curados.

Link para o site: https://coronavirus.jhu.edu/map.html

Notícias internacionais

  • Reino Unido freia reabertura por aumento de casos de covid-19. “Não podemos correr risco”, diz Johnson;
  • Queda histórica dos PIBs de EUA e Alemanha prenunciam tamanho do tombo da economia brasileira;
  • OMS diz que América Latina ainda precisa trabalhar muito contra a covid-19;
  • Mais de 1 milhão de chilenos pedem saque da aposentadoria devido à crise da covid-19;
  • Paraguai suaviza quarentena em região fronteiriça com o Brasil;

Fonte jornal El País: https://bit.ly/30gREdI